Maria Edwiges Borges
Hoje se estivesse conosco encarnada, completaria 101 anos. Parabéns Mãe Querida!

Maria Edwiges Borges (Rio de Janeiro – 1918-2000) foi expoente da Doutrina Espírita em MS. Pertencendo a uma família tradicional com raízes em Mato Grosso, nas cidades de Porto Murtinho, Cáceres e Corumbá. Nasceu no Rio de Janeiro, veio para Mato Grosso, ainda não dividido. Jovem na época, estabeleceu-se em Porto Murtinho onde teve seu primeiro contato coma Doutrina Espirita em 1940. Fixou residência em Campo Grande em 1942. Casou-se com Gumercindo Bruno Borges, militar que alcançou o posto de Major. Uma manhã na busca de um livro denominado “Memórias do Padre Germano”, passou em frente ao Centro Espírita Discípulos de Jesus, empurrou a porta que estava apenas encostada e entrou. Lá dentro, estava Constantino Lopes Rodrigues, que já a aguardava-a. Foi Presidente por vários mandatos, desde 1953, do Centro Espírita Discípulos de Jesus, fundado em 03 de maio de 1934 por Constantino Lopes Rodrigues. Sendo a iniciadora do Movimento Espírita em Mato Grosso do Sul, criando o primeiro grupo social, existindo até hoje com a denominação de Assistência aos Necessitados, incentivando ainda grande número de grupos de trabalhos voltados às obras caritativas e de estudos da Doutrina Espírita. Foi também diretora da Sirpha (Sociedade de Integração e Reabilitação da Pessoa Humana) que atende aos egressos hansenianos. Fundou em 1979 a Federação Espírita de Mato Grosso do Sul, que presidiu por 18 anos. Em 1966, fundou o Hospital Nosso Lar onde dirigiu ate 1997, ficando ainda como Presidente de Honra do mesmo até 25/07/2000, quando então veio a falecer aos 84 anos por causas naturais, deixando como herança um exemplo a ser seguido. Médium, escritora, expositora, não teve filhos carnais, sendo porém venerada como mãe espiritual daqueles que se acercavam dela e com ela aprenderam as primeiras noções da Doutrina codificada por Allan Kardec, e do evangelho de Jesus. Seu espirito permanece em nossos corações, e nos orienta sempre a prática do bem e da fraternidade cristã.

DCS – Departamento de Comunicação Social/CEDJ