Aflição perante desastres iminentes? Talvez não aconteçam.

Contrariedades e contratempos? Quase sempre são medidas da Espiritualidade Superior livrando-lhe o coração de males maiores.
Desgostos de longo alcance?
Oportunidades de revisão de nosso próprio comportamento.
Injúrias e perseguições?
Os que agravam o próximo são doentes neces-sitados de internação na clínica do silêncio e da prece.
Preterições?
Compaideça-se dos que se dispõem a tomar o direito dos outros, porque ignoram os problemas que serão compelidos a enfrentar.
Erros nossos?
Ensejo bendito de corrigenda em nós por nós mesmos.
Faltas ou quedas de entes queridos?
Respeitemos as experiências deles reconhecendo que estamos à frente de nossas próprias lições.
Dificuldades?
A provação é o metro de avaliação de nossa própria fé.
Moléstias físicas?
Pausas para iluminação e refazimento da vida espiritual.
Profecias inquietantes?
Reflitamos: o Sol que se levantou ontem pela misericórdia de Deus, pela misericórdia de Deus brilhará para nós também hoje.

Autor: André Luiz
Médium: Chico Xavier